domingo, 29 de julho de 2007

«Pater Noster»

de Jacques Prévert

Notre Père qui êtes aux cieux
Restez-y
Et nous nous resterons sur la terre
Qui est quelquefois si jolie
Avec ses mystères de New York
Et puis ses mystères de Paris
Qui valent bien celui de la Trinité
Avec son petit canal de l'Ourcq
Sa grande muraille de Chine
Sa rivière de Morlaix
Ses bêtises de Cambrai
Avec son océan Pacifique
Et ses deux bassins aux Tuileries
Avec ses bons enfants et ses mauvais sujets
Avec toutes les merveilles du monde
Qui sont là
Simplement sur la terre
Offertes à tout le monde
Éparpillées
Émerveillées elles-mêmes d'être de telles merveilles
Et qui n'osent se l'avouer
Comme une jolie fille nue qui n'ose se montrer
Avec les épouvantables malheurs du monde
Qui sont légion
Avec leurs légionnaires
Avec leurs tortionnaires
Avec les maîtres de ce monde
Les maîtres avec leurs prêtres leurs traîtres et leurs reîtres
Avec les saisons
Avec les années
Avec les jolies filles et avec les vieux cons
Avec la paille de la misère pourrissant dans l'acier des canons.


Pai Nosso que estais no céu
Ficai aí.
Que nós ficaremos aqui na terra
Que é por vezes tão bela
Com os seus mistérios de Nova Iorque
E ainda os seus mistérios de Paris
Que valem bem o da Trindade
Com o seu canalzinho do Ourcq
A sua grande muralha da China
A sua ribeira de Morlaix
As suas parvoíces de Cambrai
Com o seu oceano Pacífico
E os seus dois tanques das Tulherias
Com os seus bons filhos e os seus maus tipos
Com todas as maravilhas do mundo
Que estão aqui
Simplesmente sobre a terra
Oferecidas a toda a gente
Espalhadas
Maravilhadas elas próprias por serem tais maravilhas
E que não ousam confessá-lo
Como uma jovem nua que não ousa mostrar-se
Com as terríveis infelicidades do mundo
Que fazem legião
Com os seus legionários
Com os seus torcionários
Com os mestres deste mundo
Os mestres com os seus padres os seus traidores e os seus caserneiros
Com as estações
Com os anos
Com as belas raparigas e com os velhos estupores
Com a palha da miséria a apodrecer no aço dos canhões.

© Tradução de RIC

Our Father who art in heaven
Stay there
And we'll stay here on earth
Which is sometimes so pretty
With its mysteries of New York
And its mysteries of Paris
At least as good as that of the Trinity
With its little canal at Ourcq
Its great wall of China
Its river at Morlaix
Its candy canes
With its Pacific Ocean
And its two basins in the Tuileries
With its good children and bad people
With all the wonders of the world
Which are here
Simply on the earth
Offered to everyone
Strewn about
Wondering at the wonder of themselves
And daring not avow it
As a naked pretty girl dares not show herself
With the world's outrageous misfortunes
Which are legion
With legionaries
With torturers
With the masters of this world
The masters with their priests their traitors and their troops
With the seasons
With the years
With the pretty girls and with the old bastards
With the straw of misery rotting in the steel of cannons.

Un beau dimanche à tout le monde!
Um belo domingo para todos!
A nice Sunday for everybody!

RIC

16 comentários:

Calouro disse...

oi.. na verdade eu tinha deletado meu layout do meu blog e peguei os links do RAzi.. mas eu costumo deixar lá os que eu visito!

REalmente acho que nunca vim aqui! mas promete vir mais vezes..
abço!

RIC disse...

Olá Calouro!
Então está explicado! Eu descobri através do «Technorati»... e fiquei curioso (eu SOU curioso! Rsrsrs!)...
É muito bom ter um amigo bloguista em Sampa, cidade que me diz muito!
A promessa de visita é recíproca!
Abração! :-)

Catatau disse...

Está lindo! E ainda resulta melhor em francês, he he he...

Se o B16 vê isto, estás excomungado! ;D

Boa semana. :)

dondon009 disse...

OH.MY.GOD..... Pater Noster - my first instinct was to immediately fun for my rosary, get on my knees and begin praying!

Memories/nightmares of being an alter boy [when the mass was still in latin]so very many years ago!

Every time I stop by, I learn something new ... which is why you were awarded the "thinking blogger" award! You are the one who really makes me THINK!

What a wonderful post which once again, I could enjoy in both french and english ... the photography (how appropriate), the poetry!

I spent the afternoon researching Jacques Prévert and have learned so much about this amazing talent!

With your kind permission, I hope to introduce Prévert on my blog in the near future [with Edith Piaf singing his lyrics]!

Thank you, my friend..... the wealth of your knowledge continues to amaze me!

Have a wonderful week~

DON

RIC disse...

Olá João M.!
Boa noite para a Apúlia! Ou Esposende!
Prévert sera toujours Prévert...
Quanto ao B16 (adoro a sigla!), estou nas calmas, meu caro! Não sabia o que fazer com a foto, e alguém me recordou o poema... E depois, em plena estação parva, quem é que vai reparar em pormenores?!... Está tudo a banhos, qurem lá saber...
Boa semana para ti também!
Abraço, meu caro! :-)

RIC disse...

Hello dear Don!
Lol!!! Lol!!! Lol!!! Do you react like Pavlov's dog?! Lol!!! Oh my God! I just cannot stop laughing!!!
Oh yes, the mass in Latin! I have only a vague memory from my childhood. When I began attending it regularly it was already in Portuguese.
You're welcome, dear Don, and you don't need to thank! It's indeed my pleasure too, to try and find things I cherish and that I think people will also like to know about or to be reminded of. That's all.
Here's the link to another well-known poem by Jacques Prévert. Just by chance I added then an English version as well. Hope you'll enjoy it too

http://olisipus.blogspot.com/2006/11/pour-faire-le-portrait-dun-oiseau.html

You can do whatever it suits you better, as far as my blog is concerned. Blogs exist to exchange information, materials, knowledge, friendship, whatever... Feel free!
Oh yes, that's a great idea! Piaf and Prévert together! I'm looking forward to reading and listening to that post! I love Piaf!
Have yourself a wonderful week too!
Hugs! :-)

Shadow disse...

Belíssimo!
Quantas vezes não somos assaltados por uma terrível vontade de ir para junto do Pai Nosso(?). Todavia, a terra oferece-nos tanta coisa bela e maravilhosa, que logo de imediato ficamos «desarmados»! E ainda bem que assim é...
Ah! Eu fui a banhos, é verdade! Contudo, não deixo de estar atenta a todos os pormenores. Nada me escapou...;-)

Uma óptima semana para ti!
Beijinhos :-)

RIC disse...

Olá Carla!
Ora vejam só, hem! Comecei a ler um comentário seriíssimo e acabo a rir às gargalhadas! Excelente estilo! Parabéns!
Ah ficamos desarmados, não é?... Pois, pois, e de que maneira!... (Do que é que eu estou para aqui a falar?...)
Pois calculo que nada te tenha escapado... Mesmo! Não é apanágio do «belo sexo» ser assaz observador?... Não se deve deixar os créditos por mãos alheias. Espero que o poema também não!
Rsrsrs!

Óptima semana!
Beijinhos! :-)

Special K disse...

Quando eu era miúdo não havia orações destas na catequese, é pena...
Também gostei da foto do teu Cristo crucificado :)
Um abraço e boas orações.

RIC disse...

Olá Paulo!
Ah pois não havia, não! Nem sequer era boa ideia ter o livrinho «Paroles» em casa (antes do 25 de Abril, claro está!)... E orações destas na catequese... O melhor é não continuar. Mas há elites cultas, mesmo nos meios eclesiásticos, que até saberão o poema de cor...
Quanto à foto, o melhor será pensar que o rapazinho (ginasta) estava a treinar a posição de Cristo para as argolas e... caiu-lhe o calção... Acontece aos melhores... Rsrsrs! E quanto a ser «meu», te garanto que não é! Se acaso fosse, não creio que estivesse aqui «blogging away»... Estaria a fazer qualquer outra coisa «away», isso sim!
Um bom dia para ti!
Abraço! :-)

Special K disse...

Rsrsrs!
ainda me estou a rir do teu comentário. Essa do ginasta em posição de Cristo não me tinha lembrado.
Um abraço.

RIC disse...

Olá Paulo!
Ainda bem que te fiz rir! Fico contente!
Quando vi a foto pela primeira vez, foi de ginástica que me lembrei, apesar de todas as outras leituras possíveis...
Um abraço! :-)

pinguim disse...

Amigo Ric
que Prévert me perdoe, mas primeiro tenho uma palavra para a foto escolhida, magnífica e muito apropriada.
Quanto a Prévert, "Paroles" foi dos meus livros mais relidos na adolescência.
Lindo, este poema, e o bentinho que se dane...
Abraço.

RIC disse...

Olá João C.!
Rsrsrs! O Prévert perdoa-te de certeza, meu caro! O que é bem mais importante do que o que o B16 possa «achar»...
É curioso o modo como o audiovisual altera o modo de pensar: foi a foto que funcionou como ponto de partida, até chegar ao «Pater Noster» do Prévert... Há anos não teria de todo feito este percurso mental.
Tenho um CD do Reggiani só com poesia de Prévert e Baudelaire... Rói-te! Rsrsrs!
Um abraço! :-)

Vincent disse...

C'est si joliment dit! Et aussi tellement vrai.. Je ne connaissais pas ce texte même si je connais bien l'auteur. merci et bonjour à toi RIC!

RIC disse...

Bonsoir cher Vincent!
Prévert a d'autres poèmes que je préfère, mas ceci est toujours encore très actuel. Le monde et les hommes ne changent pas ni si vite ni si facillement...
Salut, mon cher!
À bientôt! :-)