quinta-feira, 26 de julho de 2007

«Очи чёрные» | «Olhos Negros»…


Здравствуйте!
Как вы все делаете, мои дорогие друзья?
Сегодня я нахожусь в Москве.
До скорой встречи в Лиссабоне!

Hello!
How are you all, my dear friends?
Today I am in Moscow.
See you soon in Lisbon!

Очи чёрные, очи страстные,
Очи жгучие и прекрасные,
Как люблю я вас, как боюсь я вас,
Знать увидел вас я не в добрый час.

[…]

Не встречал бы вас, не страдал бы так,
Я бы прожил жизнь улыбаючись,
Вы сгубили меня очи чёрные
Унесли на век моё счастье.

Очи чёрные, очи страстные,
Очи жгучие и прекрасные,
Как люблю я вас, как боюсь я вас,
Знать увидел вас я не в добрый час.


Dark eyes, frightful eyes
Burning and beautiful eyes
I love you so, I fear you so
For sure I've seen you at a sinister hour

[…]

Without meeting you, I wouldn't be suffering so
I would have lived my life smiling
You have ruined me, dark eyes
You have taken my happiness forever away

Dark eyes, frightful eyes
Burning and beautiful eyes
I love you so, I fear you so
For sure I've seen you at a sinister hour

… The lights that keep shining through the white nights in Saint Petersburg, the sounds that echo in your mind from Moscow tolling bells in the Red Square…

… A pair of dark eyes that tell you secrets from the depths of the Russian soul, and steal your tranquillity, your peace of mind away forever…

From Russia with love!

RIC

26 comentários:

Catatau disse...

Estranho...
O outro não dizia que
"olhos negros são queixume
de uma tristeza sem fim..."?!

Vê lá tu no que dá a contemplação das meninas dos olhos!...
Cada cabeça... ;)

RIC disse...

Olá João M.!
Estás a referir-te ao fado do Francisco José «Olhos Castanhos»? Aí, nenhuma cor «serve», a não ser a castanha... Além de que a nossa tendência lamurienta tinha de marcar presença...
No caso russo, trata-se de uma canção popular/folclórica de origem cigana. Os olhos negros são associados aos mistérios insondáveis da noite e das trevas, afinal, o conhecido «locus horrendus» da poesia romântica (por exemplo, Bocage e Garrett).
Pessoalmente, acho que uns olhos negros numa compleição pálida (mais influências do Romantismo...) são o máximo e... levam-me bem longe... Pois, Moscovo, por exemplo... Rsrsrsrs!
Abraço! :-)

Special K disse...

Desculpa Ric, desculpa a falta de modéstia, mas nada como uns belos olhinhos verdes como os meus Rsssss.
Não me digas que tens uma admiração aí pelo meu "amigo" Dave Grohl. Até que o rapazito não é nada mau e adoro a música dele.
Um abraço

RIC disse...

Olá, Paulinho!
Estás a meter-te comigo, não é? Gostava muito de ver essas esmeraldas...
Mas tu, se calhar, já terás lido algures nesta Babilónia que sou apanhado por olhos claros, não é? Daí, a provocação... Rsrsrs!
Ai, ai!... (Longo suspiro...) Ah bandido, agora é que me apanhaste!
É o Dave Grohl, sim, mas apenas «ilustra» os olhos negros, nada mais. Nem sou fã de bateristas, nem ele «faz o meu género», de todo!
(Se quiseres confirmar o quanto sou apanhado por olhos claros, dá uma espreitadela aqui:

http://olisipus.blogspot.com/2006/12/elton-john-blue-eyes.html)

E há também uma ficção «pró-erótica» sobre um amante de olhos verdes...
Isto hoje foi apenas mais um ensaio babilónico, porque adoro o alfabeto cirílico. (Cada maluco com sua mania…)
Um abraço de um seduzido rendido! Rsrsrs!
:-)

Catatau disse...

Da parafernália e dos avatares românticos eu perfilho pouca coisa: eu é mais tez(es) morenas, bem forradas. Os olhos? Desde que sejam sinceros, não sou dado a preferências cromáticas.

Mas gosto de algumas coisas da cultura cigana: casamentos, folk e festas! :D

RIC disse...

Olá João M.!
Sorte a tua, meu caro!... Desde que me conheço pelo-me por olhos claros!!! Fatal como o destino... Ainda que não ande/tenha andado à cata de louros de olhos azuis/verdes, o certo é que conheci uns quantos que... É melhor ficar mesmo por aqui... Rsrs! Hoje não é dia de ir ao confessionário!
Da cultura cigana, gostei sobretudo do pouco que me foi dado observar na Hungria.
Abraço! :-)

Special K disse...

está bem que ele ficou famoso como baterista, mas agora é vocalista e guitarrista e tem realmente uns belos olhos negros, engraçado que sempre foi o meu elemento preferido nos Nirvana.
Por acaso não sabia da tua preferência por olhos claros, mas estava realmente a meter-me contigo. E continuando; eu não chamaria Babilónia a este cantinho chamaria mais Babel visto a quantidade de línguas que por aqui aparecem.
Um big hug per te.

RIC disse...

Olá Paulo!
Pois... Fala assim dele quem sabe e o conhece, o que não é propriamente o meu caso... Rsrs! Obrigado pela lição! :-)
Concordo contigo quanto a este cantinho ir abrigando cada vez mais línguas, mas prefiro continuar a chamar-lhe Babilónia por causa das picantes conotações lascivas... Além de que, para mim, Babel está mais ligado ao castigo divino, e de castigos estou eu farto! Rsrs!
Anch'io ti stringo forte tra le mie braccia! :-)

FOXX disse...

russia?
legal!
gostaria mto de conhecer

RIC disse...

Olá Foxx!
Bem-vindo!
Também eu gostaria muito de lá ir. É um mundo bem diferente, decerto!
Abração! :-)

Bernardo Moura disse...

Na Rússia? Que sorte!
Diverte-te meu amigo!
Abraço

Shadow disse...

Itália, Rússia... O que se seguirá? ;-) (não resisti...)

Quanto a olhos, pois...nunca fui muito fã de olhos claros. Todavia, foi os claros que me levaram mais longe... Ironias do destino.

Beijinhos! :-)

RIC disse...

Olá Bernardo!
Achas mesmo?... Sonhando chegamos a todo o lado, lá isso é verdade... Mas é em sonhos! Convém não perder os entido da realidade...
Já me diverti imenso a pôr aqui a letra da canção e a procurar a tradução inglesa! (Como vês, até sou um rapaz que se contenta com pouco... Rsrs!)
Abraço! :-)

RIC disse...

Olá Carla!
Quanto a viagens, haverá muitas mais! Quando exactamente é que não sei... Nem os destinos... Mas o que é que isso importa, se se tem um jacto particular à disposição?... Hoje aqui, amanhã ali... O genuíno Jet Set do espírito! Rsrs!
E sobre cores de olhos estamos conversados! Já disse mais do que aquilo que seria razoável. Gosto muito deles verdinhos e azulinhos, pronto! Mas uma bomba de olhos castanhos será sempre uma bomba e contra isso, batatas... Rsrs!
Beijinhos! :-)

Vincent disse...

Bonsoir à tous! tu parles combien de langues ric? j'ai vu de l'allemand plus loin sur ton blog, je parle un peu cette langue car je vis à coté de ce pays. ;)
@++
Vinc

RIC disse...

Bonsoir Vincent!
Celles que j'ai appris «normalement» soit à l'école/l'unversité soit plus tard, ce sont au-delà du Portugais, du Français et de l'Anglais, l'Allemand, le Néerlandais et l'Italien. Comme j'ai formation en linguistique, il m'a été facile d'ajouter quelques autres que je ne parle pas, mais dont j'ai une idée comment ça bouge... Je ne parle pas le Russe, bien sûr, mais je peux le lire car je connais l'alphabet.
Genau, Saarbrücken liegt ganz in der Nähe...
Merci, mon cher! :-)

André Benjamim disse...

Bem, pelos comentários percebi que não estás mesmo na russia... Afinal em quantas línguas escreves? Começo a desconfiar que isto é copy-paste, ou que tens algum tradutor que desconheço... Círilico?! O que se segue, árabe? Confesso que quando a página começou a carregar no meu pc, por instantes pensei que havia algum problema... Abraço

hotspot_fortaleza disse...

RIC, AMORECO, RECEBI SUA MENSAGEM ... CREIO EU QUE VC PRECISA REPENSAR SEUS CONCEITOS SOBRE O QUE É SPAM ... SINTO MUITISSIMO SE VC ACHA QUE MINHAS MENSAGENS SÃO IMPESSOAIS ... MAS TUDO BEM ... É A SUA OPINIÃO ... RESPEITO DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO ... MAS MESMO IMPESSOAL MINHAS MENSAGENS DEVEM DEMONSTRAR QUE DE ALGUMA FORMA EU GASTEI O MEU PRECIOSO TEMPO DANDO UM VISITINHA BÁSICA NO SEU BLOG, CONFERINDO AS NOVIDADES E COISAS DO TIPO ... ESPERO NÃO TER INCOMODADO TANTO ASSIM ... MAS ... BEIJINHOS ... QUERENDO PODE CONTINUAR VISITANDO O MEU BLOG ... E PODE DEIXAR MENSAGENS IMPESSOAIS.

RIC disse...

Olá André B.!
Normalmente, reajo um bocado mal quando desconfiam de mim ou me acusam de ser desonesto...
Vamos deixar este «qui pro quo» por aqui e seguir em frente, está bem? Para assuntos mais pessoais, há sempre a possibilidade do recurso ao e-mail...
Abraço!

RIC disse...

Olá HF!
Nada tenho que ver com o facto de tu gastares ou não o teu precioso tempo a fazeres «visitinhas básicas» a blogues. Aqui, vem quem quer, quando quer, com muito ou pouco tempo para gastar, é indiferente, mas REVELA-SE. É isso que torna a blogosfera interessante! O resto é mera fantochada...
Abraço! :-)

André Benjamim disse...

just trying to make a little joke. Não pensei que levasses à letra, não quis ofender...

RIC disse...

Olá André B.!
Very well then! None taken! Rsrs!
Se pelo meio de um comentário aparecerem «didascálias» do tipo risos e sorrisos, torna-se mais fácil perceber a intenção. Quando lês um texto a frio ficas sem saber o que exactamente certos juízos qurem dizer...
Desculpa! Já seguimos em frente. É isso que importa, não é?
Já agora, árabe não direi, mas que os pictogramas chineses e japoneses me agradam muito, ah lá isso agradam!... Obrigado pela sugestão! Rsrsrs!
Abraço, meu caro! :-)

pinguim disse...

Meu caro Ric
gosto muito desta música, mas é curioso que a associei sempre ao folclore cigano da região húngara, tal como as "Czardas", e não à região russa.
Quanto ao alfabeto cirílico, claro que me seria muito útil sabê-lo ler e escrever, ehehehe.
Sobre a dos olhos, embora prefira os castanhos, aceito todas as cores, pois o que realmente conta, são os olhos em si.
Quando vejo um homem (ia a escrever pessoa, mas homem é mais correcto), a primeira coisa que me marca são os olhos, sempre!
Abraço.

RIC disse...

Olá João C.!
... Eu já tinha ameaçado várias vezes... Desta, foi para valer!
Quanto à canção, ela é mesmo cigana russa, tal como há outras no folclore romeno e no húngaro. Tratando-se de uma canção popular, dei com uma versão que me pareceu ser ucraniana, mas o título é russo.
Quanto a cores de olhos, cá tenho as minhas preferências que, diga-se a verdade, nunca me levaram a preferir ou a preterir ninguém. É o que está para lá deles que conta!
Um abraço! :-)

papagueno disse...

Olá Ricardo, vinha só gabar a música. Mozart é Mozart e este "Vesperae Solennes De Confessore" é lindo e eu nem sequer tinha ouvido falar.
Um abraço.

RIC disse...

Olá, meu caro Papagueno!
Simpático, como sempre!...
Obrigado... por ele!
Que isso não te perturbe, meu amigo! Sem ser de todo paternalista, com a tua idade - e ainda agora... - também desconhecia/desconheço muita coisa que não deveria desconhecer... Mas é sempre tempo de melhorar!
Um abraço! :-)