sexta-feira, 29 de junho de 2007

«Maria Lisboa»

After a few tours in Lisbon there's still a lot to discover: so many tiny, hidden wondrous spots, so many unique views from quite especial angles, so many small streets, squares, gardens, parks, churches… These are just for you! Let's go!


Dopo alcuni giri in Lisbona, ne rimane ancora molto da scoprire: altrettanti piccoli luoghi, nascosti e meravigliosi, altrettante viste uniche da angoli così speciali, altrettante piccole vie, piazze, giardini, parchi, chiese… Questi sono solo per voi! Ci andiamo!


Na een paar tochten in Lissabon is er nog een hele boel om te ontdekken: zo vele erg kleine, verborgen wonderbaarlijke vlekken, zo vele unieke uitzichten vanuit vrij speciale blikhoeken, zo vele kleine straten, pleinen, tuinen, parken, kerken... Deze zijn alleen maar voor u! Laat ons gaan!


Après quelques tours à Lisbonne, il reste encore beaucoup à découvrir: autant de minuscules lieux, cachés et merveilleux, autant de vues uniques d'angles aussi spéciaux, autant de petites rues, de places, jardins, parcs, églises... Ceux-ci sont seuls pour vous! Allons-y!


Nach einigen Rundgängen in Lissabon gibt es noch Vieles zu entdecken: so viele kleine, versteckte, erstaunliche Orte, so viele einzigartige Ansichten aus ziemlich besonderen Blickwinkeln, so viele kleine Straßen, Plätze, Gärten, Parks, Kirchen... Diese sind für Sie allein! Lasst uns gehen!


… And now, ladies and gentlemen, I give you the eternal Amália!



Music by Alain Oulman
Lyrics by David Mourão-Ferreira

É varina, usa chinela,
Tem movimentos de gata;
Na canastra, a caravela,
No coração, a fragata.

Em vez de corvos no xaile,
Gaivotas vêm pousar.
Quando o vento a leva ao baile,
Baila no baile com o mar.

É de conchas o vestido,
Tem algas na cabeleira,
E nas velas o latido
Do motor duma traineira.

Vende sonho e maresia,
Tempestades apregoa.
Seu nome próprio: Maria;
Seu apelido: Lisboa.

RIC

28 comentários:

MrTBear disse...

Lisboa, Amália, Fado, uma bela combinação LOL

Falta só complementar com o Stº António, sardinhas e as Varinas...
Bom fim de semana

RIC disse...

Olá Teddy Bear!
... Deixo para ti essa fase de complemento da combinação!
Bom fim-de-semana para ti também.

Catatau disse...

Este post tem o povo na veia! :))

RIC disse...

Olá João M.!
Mas porque será que hoje estão todos virados para o popularucho?! Não me dirão?!
O que é que David Mourão-Ferreira tem que ver com essas «mitologias» a cheirar a fadistagem, vadiagem, marialvismo, enfim, a Estado Novo?!
Pelos deuses do Olimpo que alto moram! Vejam lá se mudam o disco! Já chega!!!
Eu dou~te «o povo na veia»! Julgas que isto aqui é o «ALLgarve» ou quê?! Rsrsrsrs!!!
Abraço amigo! (Podes crer!...)
:-)

Tongzhi disse...

Ai Ric, que mau feitio!
Sempre quero ver se quando te picas na agulha, esguicha uma coisa "azulia"
he he he he
Lisboa é povo
Amália é povo
E o David é Mourão-Ferreira, com "tracinho" e tudo!!!
Bom fim de semana!!!

Tongzhi disse...

Já agora!
Que tal umas legendas às imagens?
Não ficava nada mal!!!

Tongzhi disse...

E ainda!!!
Vai uma sardinha assada?
he he he!

RIC disse...

Olá Tongzhi!
Que inspirado que tu estás, meu caro! Três é o número perfeito, não é?
Vamos então por partes:
1. Picar-me na agulha é um bocado difícil. Não sei pegar-lhe.
2. De azul não há nada dentro de mim. Sempre me conheci vermelho e muito vermelho, não encarnado. Mas se é para a monarquia que fizeste pontaria, não tenho nada contra, como nada tenho a favor «desta» república.
3. Pois, se calhar tudo é povo; logo, nada é povo. Porque o povo é mesmo aquele que é sempre f*dido.
4. As legendas que me interessam estão lá. Não as leste?
5. Uma sardinha assada sabe sempre bem, obrigado. Pena é que não «passe» pelo ciberespaço.
5. Acho que agora já podes dizer que tenho mau faitio. Mas só agora.
Bom fim-de-semana para ti também! E já agora diverte-te! Há montes de arraiais por estes tempos.
:-)

MrTBear disse...

Desculpa RIC, mas às vezes excedes-te LOL
«O que é que David Mourão-Ferreira tem que ver com essas «mitologias» a cheirar a fadistagem, vadiagem, marialvismo, enfim, a Estado Novo?!» ?!?!?!?!?! Repete lá, que eu não percebi nada....Desculpa lá, mas as sardinhas arraias e outras coisas popularuchas já existiam antes do Estado Novo, sobreviveram a ele, sobreviveram ao PREC e vão continuar a sobreviver, por uma simples razão:Gostamos delas...

RIC disse...

A diferença substantiva, meu caro Teddy Bear, está na diferença entre o que é genuinamente popular e o que as referidas «mitologias» querem à força que sejam populares. Nunca serão! Tal como a música pimba nunca teve, não tem nem jamais terá uma única melodia genuinamente popular. Quem afirma o contrário é porque tem interesses a defender, afinal, o pão nosso de cada dia hodierno.
Excedo-me, sim, e por algum exagero peço desculpa. Mas não consigo ter sangue de barata.

lampejo disse...

Lisboa tem os seus encantos...
Um forte abraço, e bom fim-de-semana.

Shadow disse...

Tenho saudades de andar de «amarelinho»...
Tenho saudades de passar na F.C. Gulbenkian...
Tenho saudades...Ok, já me calei.
Tinha saudades de ouvir Amália.
Obrigada!

Faz favor de teres um excelente fim-de-semana, 'tá?

Beijinhos. :-)

RIC disse...

Olá Lampejo!
Tudo bem contigo? Assim espero!
Lisboa tem sem dúvida muitos encantos, e mais ainda teria se não tivesse caído nas mãos de uma corja sem escrúpulos...
Mas às vezes, é verdade, poucos já são muitos...
Um excelente fim-de-semana para ti também!
Abraço! :-)

RIC disse...

Olá Carla!
Pelos vistos, está ultrapassado o impasse informático! Fico muito contente!
Pois é, tudo o que esta cidade tem (tinha?) de muito bom nos causa uma imensa saudade... Eu sinto a falta, por exemplo, dos muitos cafés que por desígnio do chevelhudo se transformaram em balcões bancários... Sinto a falta de transportes decentes e adequados a uma cidade europeia do século XXI. Mas quem manda tem carro com batedores adiante, não é?...
Não era exactamente esta a Amália que eu mais gostaria de ter aqui, mas tudo bem...
Quanto ao fim-de-semana, tentarei obedecer... Já agora, obedece-te tu também!
(Hoje caí no mais fundo de mim. Acho que não voltarei a ler Pessoa tão cedo...)
Beijinhos! :-)

pinguim disse...

Caro Ric
primeiro as fotos, belìssimas, de uma cidade, das mais belas que há (e não há aqui qualquer nacionalismo ou regionalismo).
Depois o fado, com uma música linda de Alain Oulmain e um poema "popular" de David Mourão Ferreira; pode ser-se um grande poeta, e ele foi, mas pode ser-se popular simultâneamente. E Amália, quer cante Camões, quer cante a "ginginha", foi e será sempre popular, do povo! Aliás foi esse um dos seus maiores méritos, aproximar grandes vultos das letras do povo que, de outra forma nunca saberia tais versos.
Bom fim de semana, bom Amigo.

Bernardo Moura disse...

Excelente!
Lisboa é mesmo uma cidade lindissima!
O fado tá claro muito bem representado pela nossa grande e saudosa Amália!
Abraço

RIC disse...

Olá João C.!
Sobre a distinção feita entre popular e popularucho não me pronuncio mais. Creio ter sido claro na destriça que estabeleci.
Afirmar que a letra de «Maria Lisboa» é popular é confundir temas populares com criação poética não popular, logo erudita. Divulgar poetas maiores, como o fez Amália, não os tornou de todo populares. Isso seria à partida impossível.
O que é que há de popular, por exemplo, nestes dois versos?

«Vende sonho e maresia
Tempestades apregoa»

Nada!
Algo é popular, não porque o povo o adopta, mas porque tem origem no povo. É por isso que a música pimba não é popular.
Quanto a Amália, a sua origem popular é inquestionável. Por outro lado, a divulgação pelo fado dos poetas eruditos inscreve-se num «air du temps» que a fomentou.
Bom fim-de-semana para ti também, meu caro!
:-)

RIC disse...

Olá Bernardo!
Olha quem fala! Então e o Porto?! Queres cidade mais especial, com uma cor e uma luz mais próprias?
Também podias pensar em mostrá-la, não? Eu gostaria muito!
Quanto a Amália, pois, acho que estave mesmo em dívida para com ela... O que este videoclip tem de melhor é que é comovente por ser a grande homenagem.
Obrigado! Um abraço! :-)

T-Bird disse...

Very delightful post. love the pix. I an a transportation buff and would love the steetcars.

SF had one from 1920's (I think) Lisbon all restored to gradure.

RIC disse...

Hello dear Will!
Hope the nap was a success!
Before my computer broke down I had a good set of photos of Lisbon, but lost them all... These are some I managed to find among many others not so interesting...
These streetcars/trams/electric cars (as we call them) drive by my house. They're old, they've all been restored, have new engines, and run like hell! They remind me of cats running with their tails up in the air! Lol! There are also new, long ones for the flat part of Lisbon (along the river).
Have a great evening, dear friend!
:-)

Carioca disse...

Nossa!
Muito bonito!

RIC disse...

Olá Carioca!
Óptimo! Ainda bem que gostaste!
Abraço! :-)

T-Bird disse...

We (much of America) used to have them. Then the oil, tire, and auto makers got them all removed so we could be trapped in our own boxes. Now they are coming back albeit as boutique attractions. Intercity light rail is being installed (again -- it too was ripped out) between Seattle and points north and points south.

SF had great street cars and light rail systems, as does San Jose (also in the bay area south of SF), Portland and Vancouver BC. We are playing “Catch Up’ now.

RIC disse...

Hello dear Will!
Yes, finally! At last powerful guys in the USA are getting the picture too: oil just isn't there forever, even if the Middle East gets plundered...
(Sorry for my harsh words, but speaking my mind out against this administration just makes my day. Well, sometimes, anyway...)
Best wishes! :-)

Gumby disse...

Lisboa is just so beautiful. I hope I can visit sometime in my life!

RIC disse...

Hello dear Gumby!
Thank you so very much!
I'm sure you will some day. And I'll be here to welcome you, my friend!
Wish you a wonderful July!
:-)

JoeL disse...

J'aime bien tes tours guides!

RIC disse...

Bonjour Joël!
Tu sais déjà depuis longtemps que moi, je les organise surtout en pensant aux amis étrangers du club des «Happy Few»! Lol! C'est vraiment un grand plaisir!
Mon problème à présent c'est j'ai perdu beaucoup de photos lorsque mon ordinateur est tombé en panne... Il me faut maintenant repartir à zéro. Mais je le ferai volontiers, bien sûr!
Je pense toujours à la petite Lia! Qu'elle est belle!
Je t'aime bien, mon ami!
À la prochaine! :-)