terça-feira, 5 de dezembro de 2006

Desabafo do dia!!!

Quanto mais me bombardeiam, a toda a hora e a todo o instante, com marcas de trapos, chanatos e tretas (a que pomposamente chamam gadgets), mais a mim me apetece gritar a plenos pulmões e aos quatro ventos que me visto da cabeça aos pés, por dentro e por fora, na feira de Carcavelos! Ou na de Palhavã! Ou na do Relógio! Ou no raio que me parta!
Irra que é demais! Não há c… que aguente tanto consumismo cretino! Nem à lei da bala!

The more they bomb me, every hour and every minute, with marks of rags, shoes, and thingies (they pompously call "gadgets"), all the more I feel like shouting out loud to the full capacity of my lungs and to the four winds that I dress myself from head to toes, inside and outside, at the Carcavelos' market! Or at the Palhavã's! Or at the Relógio's! Or wherever the lightning strikes me dead!
Damn! It's far too much! No a... takes as much cretin consumerism! Not even with a pointed gun!

(NB - The English translation may not be the best one. The reason why is that I'm mad furious! Each day, my love for this season just grows and grows…)

RIC

14 comentários:

Joel disse...

"(...I'm mad furious! Each day, my love for this season just grows and grows…)"

So you're being sarcastic?

I know what you mean.

I stay away from malls at this time of year.

It's not worth it RIC. Just relax, don't listen to them.

You're only agravating yourself.

RIC disse...

Sur la mouche, Joël! Qu'est-ce que tu en penses?...
Even at home, Joel! You open your mailbox, and the thing is full of shit propaganda! You turn on the TV, and all you see is a lot of obnoxious, idiotic ads pressuring you to buy a bunch of shitty craps. And the worst of all is the huge amount of ads aiming at children and teenagers! It's insane! It's immoral! It's pornographic!
Don't worry about me, Joel! I'm quite okay. All I'm doing is letting some steam out, that's all.
Music is my companion through these days, and poetry helps me go back to my childhood, when Christmas was still true.
Thanks alot for your concern!
Enjoy the blogosphere! We all deserve it! :-)

/me disse...

Ah, I'm just glad i'm in the netherlands. They don't care about x-mas that much. I DO love the season, but not when it starts in november...

Anónimo disse...

"É como a mim"...

Joel disse...

I know what you mean, Barbie has a new ad out for Barbie and her 12 friends. And of course the little girl has all of them.

What do you think the little girls will want? ALL 12!

And the new Wii and the SP3?

Man I'm sick of it too!?

RIC disse...

Me, é bom reencontrar-te aqui! Pois é, nos Países Baixos as vicissitudes da História mandaram «Kerstmis» dar uma voltinha...
Eu não posso dizer que não gosto da quadra. Estaria a mentir. O meu problema é lidar com a ausência de familiares e amigos... A nível geral, abomino o consumismo histérico e desenfreado. Parece que tudo o que está errado ou mal feito se pode resolver com dinheiro. Desculpa a expressão, mas mete-me nojo.
Acreditas se eu te disser que no dia 8 de Outubro já havia «luzinhas» ridículas e pacóvias em frente dos «Pastéis de Belém»?! Eu ia tendo um ataque de fúria!
Um abraço amigo!

RIC disse...

Yes, Joel, that's exactly what I mean: from tender ages, children are turned into acritical consumers. And to consume you need money. Nothing else! The whole Christmas message is totally lost, if all that matters is money and money alone. You need money to live, not to be. Period.
It's preposterous!
Hugs!
(The appointment thing will soon be solved, you'll see!)

RIC disse...

Desculpa, João, mas «saltei» o teu comentário... Sabes porquê? Porque me deu um ataque de riso: associei de imediato o «é com'à mim» a feira de Carcavelos, e dei para aqui umas fartas gargalhadas! Obrigado!
Mas não é uma tirania? Uma ditadura? Cuecas, peúgas e chanatos de marca?! Digo-te: eu fico estúpido!
Tudo de bom, ó meu! :-)

Minge disse...

The goose is getting fat.

RIC disse...

Hello Minge! I believe you mean it metaphorically... Yes, I'm getting fed up, sick and tired of so much nonsense!
Nowadays I can only like this season if I dig in my memory and recover my childhood, «when everyone was living», as Pessoa says so well in one of his poems...
All the rest is meaningless to me.
Thanks!
Best wishes!

Anónimo disse...

Ric, your comment on "closing your eyes and remembering when everyone was alive" instantly reminded me of Prokofiev's "Variations on a Hebrew Theme". There is an animated short that you can try to find that shows this story based on this piece of music – remembrance of former days.

RIC disse...

Thank you, Will! I really don't know Prokofiev's work so good. The instant I'm writing this, my head is still smoking. You know why. I've just sent you an e-mail. And please tell me no more about Jews. I've had it. I hate ill-mannered people, Jews, pagans, christians, muslims, you name it.
Can't we just be civilized?...

André disse...

Mas a feira de Carcavelos é muito bem... Melhor? Talvez a de S.Pedro, não sei.
Eu não gosto muito de feiras por causa da confusão, das provas, da lama, da honestidade duvidosa dos senhores feirantes etc
Mas em geral opto por lojas baratas e supermercados. De qualquer modo, como sou um bocado agarrado (se é que me entendes) comprar roupa é algo que muito me angustia, de modo que acontece muito poucas vezes.

RIC disse...

Gostei - muito! - deste teu comentário, André! Há sempre uma excepção para confirmar qualquer regra. Era minha ideia que todo o jovem nos seus vintes faria tudo e mais alguma coisa pelos seus trapinhos, sobretudo se pertence a certos grupos... Mas estou a ver que tal como ontem também hoje as coisas não são lineares. Ainda bem!
Ai és agarrado? Haha! Adorei! Eu também achei sempre um absurdo torrar dinheiro em roupa. Claro, nada de andrajos! Tudo o que é demais é erro!
Nada tenho contra as feiras, como é óbvio! Usei-as apenas para enfatizar a minha raiva ao consumismo. Curiosamente, para comprar roupa tenho de me mentalizar. Só depois é que sou capaz de sair de casa com a ideia de que «tenho» de comprar isto ou aquilo, porque me faz falta. (Tenho de ter uma justificação para mim próprio, senão não funciona...)
Obrigado!
Um abraço!