terça-feira, 11 de setembro de 2007

Llovía sobre Santiago de Chile…


Missing is a 1982 film directed by Costa Gavras, starring Jack Lemmon, Sissy Spacek, Melanie Mayron, John Shea and Charles Cioffi.
It is based on the true story of American journalist Charles Horman, who disappeared in the bloody aftermath of the Chilean coup of 1973 that deposed President Salvador Allende.
It depicts Horman's father and wife searching in vain to determine his fate. The film is based on a book first published under the title The Execution of Charles Horman: An American Sacrifice (1978) by Thomas Hauser, which was later republished under the title Missing in 1982. The score is by the Greek electronic composer Vangelis.
Missing won the Academy Award for Writing Adapted Screenplay, and was nominated for Best Actor in a Leading Role (Jack Lemmon), Best Actress in a Leading Role (Sissy Spacek) and Best Picture.
The film won the 1982 Palme d'Or (Golden Palm) at the Cannes Film Festival.
Missing was banned in Chile during Pinochet's regime.

(From Wikipedia)

Reading through some texts on the subject, I came across these paragraphs in Portuguese that speak so truly of the world we've been living in ever since the outbreak of Cold War.
As to nowadays, I believe we'd just have to make some little changes…

«Se, a 11 de Setembro de 2001, todos quisemos ser nova-iorquinos, é bom que, por isso, não deixemos de ser chilenos.
Chilenos teremos passado todos a ser, se não desde 1970 com a eleição de Salvador Allende, pelo menos desde que, numa terça-feira 11 de Setembro, no ano de 1973, no mesmo dia em que, em Nova Iorque, se inauguravam as gémeas torres do World Trade Center, aviões atacaram o Palácio de la Moneda e bombardearam o sonho da liberdade, da democracia e do socialismo, e suicidaram Allende.
»

Salvador Allende

If, on September 11th, 2001, we all wanted to be New-Yorkers, it is important that, for that reason, we won't stop being Chileans.
We all will have become Chileans, if not since 1970 after the election of Salvador Allende, at least since that Tuesday, September 11th, in the year of 1973: on that very same day when the twin towers of the World Trade Center were being inaugurated in New York, airplanes were attacking the Palace of la Moneda and bombing a dream of freedom, democracy and socialism. Allende «was being suicided»
.

Let's not forget, shall we?

RIC

12 comentários:

Ricardo disse...

Oi, meu querido, tudo bom?

Dei uma passadinha apenas pra dizer que não te esqueci não!

Beijão!

RIC disse...

Olá Ricardo!
Por aqui, tudo jóia! E tu como estás? Também já li o «Segredo», que vou comentar mais tarde.
Abração e beijão! :-)

Leo Carioca disse...

Oi, Ric.
Tô dando uma passada só pra avisar que eu tô voltando... Isso é, se não tiver mais nenhum imprevisto, né?rs Mas amanhã já devo ficar em definitivo no apartamento novo. Bom, depois eu explico melhor. Só passei pra dar um ´´alô``.
Abração. Tudo de bom!

RIC disse...

Olá Leo!
Eu tinha verificado há pouco que já tinhas voltado, sim! Espero que esteja a correr tudo bem com a mudança! Mudar de casa é uma dor de cabeça que pode prolongar-se por semanas... Terrível!
Muitas felicidades para o novo apartamento! Não te esqueças de festejar a inauguração! Sempre atrai energias positivas! Rsrsrs!
Um abração para ti também, meu amigo!
:-)

papagueno disse...

Meu amigo nunca devemos esquecer o dia em que os chilenos viram derrubados os seus sonhos de liberdade. Um dia em que uma chuva sombria se abateu sobre Santiago e que ao longo de várias décadas trouxe a morte, a prisão e a tortura a muita gente.
Em Missing Gavras não pretende só demonstrar o sofrimento de um pai pelo desaparecimento de um filho. Denúncia também o envolvimento americano nos eventos como também mostra um homem, um conservador, cada vez mais desiludido com a pátria que tanto ama. Jack Lemmon é magnífico neste filme.
Um abraço.

RIC disse...

Olá Paulo!
Obrigado pelas tuas palavras entusiasmadas! Gostei muito de ler o teu comentário!
Não terá havido uma única ditadura na América Latina que, de uma forma ou doutra, não tenha recebido o beneplácito de Washington: quer de quem se encontrava à época na Casa Branca, quer através das maningâncias dos serviços secretos.
«Missing» é para mim também um marco histórico.
Um forte abraço! :-)

Minge disse...

J'adore Sissy Spacek.

Indeed, let's not forget.

RIC disse...

Hello dear Minge!
She's great in «Missing» indeed! As Jack Lemmon is too, no doubt about it!
In this world of ours controlled by images, some tragedies tend to be more tragic than others… That's why I always try not to forget your countryman George Orwell's words: «All animals are equal, but some are more equal than others.» If about four thousand innocents were massacred in Manhattan, Washington and Pennsylvania – this is the only unquestionable historic fact I know of up until today! – I wonder how many times four thousand innocents were butchered in Chile… With the sad agreement of US administrations!
I know, life's never fair…
Greetings! :-)

Catatau disse...

Sempre gostei do J. Lemmon e acho que está estupendo neste filme.
Não foi só em Santiago a intempérie... De resto, há mais países atolados e abafados pelas morrinhas que se eternizam.

Sim. Voltei de férias. Outra vez. Antes de dar uma escapadinha até às lísbias, rsrsrsrs...

RIC disse...

Olá João M.!
Bem-vindo de novo, meu caro! Mmm, que bem que sabem feriazinhas repartidas! Ainda bem! Cheguei a pensar que estivesses atlado em trabalho... Antes assim!
Foi um excelente actor, e há personagens inesquecíveis criadas por ele!
Dos países também se diz que são iguais, mas há uns claramente mais iguais que outros. E quantas vezes não são apenas morrinhas a fecharem os horizontes... São verdadeiras trombas de água, enxurradas que tudo arrastam...
E a Lísbia recebe-te de braços abertos! Já sabes como ela é! Rsrs!
Um abraço! :-)

Professor Benjamin Levi Marks disse...

another coup paid for bt the us tax payer. so much for rule of law and democracy...

RIC disse...

Hello dear Will!
Yes, just another coup among so many others... And they keep on «happening», don't they?...
I only wish the average American citizen would take a little bit more interest in the rest of the world. Maybe that way some US administrations would become a little bit less shameless too...
Best wishes! :-)