sábado, 16 de junho de 2007

Eu, bloguista, me confesso…


Encontrei esta série confessional com a designação de «33 Respostas»...
Se calhar são, só que eu é que não dei com as perguntas em parte nenhuma…
Assim, passo a chamar-lhe Eu Confesso.
Primeiro, li a confissão alheia para me compenetrar do espírito da coisa; depois, apaguei-a para regressar à virgindade possível face às secas formas verbais da 1.ª pessoa; finalmente, lancei-me a completar as frases.
Aqui está então:

Eu quero – confessar-me.
Eu tenho – algo a dizer.
Eu acho – que ficarão a conhecer-me melhor.
Eu odeio – a nada nem a ninguém. Sentimento destruidor!
Eu sinto – que comecei bem!
Eu escuto – o que me aconselham e me confidenciam.
Eu cheiro – muito bem quando me perfumo, mas cheira-me que não era bem este cheiro que deveria aqui fazer-se sentir…
Eu imploro – por um mundo melhor.
Eu procuro – uma alma gémea.
Eu arrependo-me – de ter destruído relações.
Eu amo – os meus amigos.
Eu sinto dor – por quem sofre.
Eu sinto falta – de quem já partiu.
Eu importo-me – com o futuro da humanidade.
Eu sempre – disse que o capitalismo selvagem tem os dias contados…
Eu não fico – bem em fotografias…
Eu acredito – que há bondade no homem.
Eu danço – com muito prazer, hoje bem menos que outrora…
Eu canto – todos os dias, mesmo quando a tristeza é avassaladora; para esses momentos, também há banda sonora.
Eu choro – hoje com mais facilidade do que no passado.
Eu falho – com frequência… Sou apenas humano.
Eu luto – por aquilo em que acredito.
Eu escrevo – como quem respira.
Eu ganho – muito pouco com isso…
Eu perco – a tramontana com o desrespeito generalizado reinante.
Eu nunca – me importo que possam dizer mal de mim.
Eu confundo-me – com os actuais ritmos de vida alucinantes.
Eu estou – entregue a mim próprio.
Eu sou – apenas um homem.
Eu fico feliz – com a felicidade dos outros.
Eu tenho esperança – em melhores dias.
Eu preciso – de me saber realizado.
Eu deveria – acreditar mais em mim.

Com os agradecimentos da praxe àquele que foi pilhado…

… And there's nothing like «two in one»… To say the least!
Since I've been so busy with Scandinavia these last few days, here is…


My Scandinavian Name is:

Roscoe Hans


Yeah! Sure! If this is a Scandinavian name, mine's definitely Chinese...
Please be so kind as to have a greeaat weekend, okay? Thanks!

Oh, just by the way: isn't Brothers & Sisters a hell of a blast?! Oh man, I just love it! I guess I hadn't watched such a fantabulous «Made in USA» TV series in a loonng, loonng time!

RIC

24 comentários:

carioca disse...

Oi, Ric.
No mês passado eu fiz um post bem parecido com esse, de uma corrente que alguns blogueiros tavam fazendo por aqui.
Só que as frases começavam com ´´Se eu fosse...``
Eu até deveria convidar 3 pessoas a fazerem a corrente também. Mas foi tanta gente fazendo isso de uma vez só que eu nem soube a quem chamar!rsrsrs Tantos blogs já tavam participando! Aí eu deixei o convite aberto pra quem quisesse seguir.
Bom, um grande abraço. Até mais!

RIC disse...

Olá Carioca!
Esse também eu já o fiz! E «pedi-o emprestado» a um dos blogues brasileiros... Pode muito bem ter sido o teu, já não me recordo...
Eu também o fiz sozinho, porque não gosto de impor nada a ninguém. Só quando é mesmo algo muito divertido, que ganhe com o facto de mais gente ser envolvida é que eu não «quebro a corrente».
Um grande abraço! :-)

Manuel Braga Serrano disse...

Olá Ric,

É preciso paciência... ai de quem se atreva a indigitar-me para uma "corrente".
Tive mais sorte com o meu nome. Sven Nansen é tipicamente.
Já agora Sons & daugthers... oh yeah, também estou viciado... infelizmente a Calista nao é actriz com grande registo.

RIC disse...

Olá Manuel!
Nem por isso, meu caro. Não tenho grandes problemas com «mêmes» e similares, desde que isso não me obrigue a alterar a ordem daquilo que aqui quero fazer.
Já as «correntes» podem ser bem irritantes! Como já parti algumas, acho que me livrei de indigitações para tais números... Espero!
Que sorte a tua! Esse sim, é um nome tipicamente escandinavo! Até dá para perguntar se «pratar Ni svenska?»... Rsrsrs!
«Brothers & Sisters»: entre outros, por várias razões, adoro a personagem da mãe, Sally Field! Maravilha!
Um óptimo fim-de-semana para ti! (Ai este tempo...)
Um abraço!

MrTBear disse...

Eu confesso que, em algumas coisas somo sparecidos LOL
Há coisas que odeio.
Não imploro
Não me arrependo

RIC disse...

Olá Teddy Bear!
A juventude nem sempre é boa conselheira... Não é fácil - e é bem pouco provável... - que se chegue quase ao meio século de vida sem que não haja algum arrependimento.
Odiar não sei o que seja, tal como não sei o que é invejar. Já implorar, com o feitio que me caracteriza, é coisa bem mais complicada... Digamos que de uma forma «abstracta» serei capaz de o fazer, mas nunca em termos de «mendigar» a outrem seja o que for. Aqui, o meu orgulho fala mais alto...
Bem, chega de confessionário! Rsrs!
Bom fim-de-semana!
Abraço! :-)

lampejo disse...

Uma confissão repleta de bom pensamentos, sem dúvida, dos quais eu partilho alguns...
Abraço!

RIC disse...

Olá Lampejo!
Muito obrigado! ;-)
Espero que aqueles que dizes partilhar comigo sejam os mais «recomendáveis»... Os outros, há que tentar corrigi-los. Sempre!
Bom fim-de-semana!
Abraço! :-)

T-Bird disse...

Am I really the 20,000th visitor? Let the balloons and confetti drop!

RIC disse...

Hello dear Will!
Yes, sir, I believe you are! Congratulations!
There will be a huge party tonight. Each and every blogger friend is invited, especially all the members of «The Happy Few Club»!
I am really amazed how quickly this figure was reached, even if I've been away for more than two months...
Best wishes, dear friend! :-)

Tongzhi disse...

E assim se fica a conhecer melhor o "Joãozinho Rasca" lolololol
Brevemente ponho o meu nome noutro idioma!!!

RIC disse...

Olá Tongzhi!
Vê lá, vê lá... Eu dou-te o «Joãozinho Rasca»!... Ri-te, ri-te... O que tu queres é lulas! Rsrsrs!
Espero que sejas mais bem-sucedido na próxima tentativa... Conviria verificar as tuas fontes, não achas?...
Resta-me cantar e dançar à chuva... Podia ser pior...
Bom domingo! :-)

Shadow disse...

Em relação à confissão, nada surpreendida! Não houve retoques no «boneco» :-)

Quanto ao nome, fica a partilha: Hilde Kaia.

Bom Domingo!
Beijinhos :-)

P-s- Não há nenhuma oferta para a visita 20025 ? Gosto do número... (Brinco, note-se! )

RIC disse...

Olá Carla!
Pois... Também me parece que não acrescentou grande coisa para aqueles que por aqui se movimentam há mais tempo... Qualquer dia até dizem que sou um livro aberto sem nunca me terem visto a cara! Nem mais gordo, nem mais magro! Rsrsrs! Por mim, tudo bem! Na maior!
Já o nome é escandinavo, sim! Tiveste sorte, digo eu... Rsrsrs!
Acho que até ao 20.099 continua a haver festa rija! É só imaginar!...
Um bom domingo para ti também!
Um beijinho! :-)

Palavras e co-lirius disse...

Olá Ric,
Eu confesso - que venho com frequência a sua página ler, diga-se de passagem, excelentes textos.Não é à toa que a primeira vez que estive aqui me fez vir outra e outra e outras vezes. Confesso também que tais leituras me fazem pensar muito na condição humana. Não deixei recado antes porque queria enviar-te e-mail diretamente.
Quanto a este texto: Fiquei encantado com a maneira em que trabalha o texto. Quase perfeita! Parabéns.
Ah, eu havia adiciondo seu blog ao meu pelo fato de ter gostado muito dele.
Abraço!

T-Bird disse...

Thank you. I just limped back home from my road trip. I actually left out the most moving part which occurred during the mystical final hour crossing the mountains and driving into my yard.

Still have to do the music part tomorrow. I could spend about a year on the post I did -- to really do the topic justice.

One of the links in the post mentions Salizar in a rating of monsters of teh 20th century. He made the list.

RIC disse...

Olá Nilson!
Sê bem-vindo! É um prazer receber aqui um habitante/natural do distinto Estado da Bahia!
Muito obrigado pela tua confissão! Rsrsrs! Os meus textos são, como já viste, um pouco de tudo. E este blogue tenta ser uma «boa» Babilónia: quantas mais línguas, melhor!... Rsrsrs!
Obrigado pelo elogio... Volta sempre, meu caro!
Um abraço transatlântico! :-)

RIC disse...

Hello Will!
You're welcome! I wish you all the best for the completing of your task! As we say around here, «he who likes to run never gets tired»...
Oh Lord, what a name you had to mention right now!... Please forget him completely! And btw there's no «i» in his name, but an «a». (I refuse to write it here!)
I wish you all the best! :-)

Catatau disse...

Gostei do tom (e da revelação) confessional. Soube-me a genuína. Partilho alguns dos "eus" (quem não partilha?), mas continuo a dançar bem, rsrsrssss! ;)

RIC disse...

Olá João M.!
Alegra-me e agrada-me que saiba a genuína. Como disse numa resposta anterior, só «pego» neste tipo de coisas se acho que é bastante divertido ou serve algum propósito mais interessante, como dar-me a conhecer, por exemplo.
Bem, vamos lá ver: danço menos, sim, mas continuo a fazê-lo muito bem! Pudera! Anos e anos de formação e de sucessivos estágios... Rsrsrsrs!!!
Abraço! :-)

dondon009 disse...

WHY do I allow myself to do these things?


Hansel Thwaite....

RIC disse...

Hello dear Don!
Well, I do ask myself the same question, but I'm just human... Lol!
This time I guess I felt challenged by a blogger friend.
Another bad example: your name has nothing Scandinavian in it - Hansel is pure German (Johnny), and Thwaite?! Nooo idea!
Best wishes! :-)

pinguim disse...

Caro Ric
neste confessionário em que te"desnudas" um pouco, eu diria, que já te conhecia razoàvelmente bem, pois foi rara a frase que me surpreendeu, e note-se que estou quase 100% de acordo com o que dizes. Apenas no canto, sou visceralmente diferente, pois a tristeza e a preocupação, cortam-me totalmente a voz.
Já tinha visto o meu nome "viking" , que me parece nem ser carne, nem peixe: Sorley Dyre.
Gosto muito do meu nome; se me fosse dado escolher teria, decerto, escolhido o mesmo.
Abraço.

RIC disse...

Olá João C.!
Bem, não posso confessar que me agrade assim tanto ser previsível a esse ponto, mas por outro lado é sempre muito bom conhecer quem nos saiba ler... É que eu prefiro ler nas entrelinhas a ler um livro aberto. Deformação profissional, nada mais... Rsrsrs!
O teu nome então soa-me distintamente a anglo-saxónico, e ainda que tanto anglos como saxões tenham vindo daquelas bandas nórdicas, há diferenças a não subestimar! Testes... Nada a fazer!
Quanto ao nosso nome, somos iguais: eu também gosto muito do meu!
Abraço! :-)