domingo, 10 de setembro de 2006

Excelente tarde!... / Excellent afternoon!...

Não é novidade para ninguém; se for, é grave!
Estreou em Portugal, na passada Quinta‑feira, o mais recente filme do espantoso realizador castelhano Pedro Almodóvar – «Volver».

Tenho sido um apaixonado pelo cinema deste ser humano maravilhoso desde a tarde em que o conheci, há já uns muito bons anos, e quase rebentei a rir (para escândalo de alguns académicos colegas meus de então) na, à época, ainda mais ou menos selecta sala do «Londres». As razões eram mais que muitas para gargalhar à farta, eu ri a bom rir e, quando o filme acabou, estava mais rouco que afónico.

Ah sim, o filme… «Mujeres al borde de un ataque de nervios». Fabuloso!

Muitos outros títulos se lhe foram sucedendo, cada um com o seu universo próprio sempre de uma estonteante verosimilhança que nunca obsta àquela sensata loucura do quotidiano a que Almodóvar desde cedo nos habituou. É em dosear na perfeição esta mistura que ele é genial.

Desta vez, regressou à sua província natal de Castilla - La Mancha para nos oferecer uma suculenta e deliciosa tranche de vie, através de desempenhos muito bem conseguidos por parte de duas mulheres com M maiúsculo – Penélope Cruz e Carmen Maura.

– Ah mulheres dum caraças!!! Vocês têm o cinema no corpo… pelo menos!

A história, os diálogos, a acção, as reviravoltas da trama, todas as personagens, todas as críticas directas e indirectas, alguma saborosíssima maledicência, a banda sonora, tudo contribui no peso e na medida certos para a existência de mais um sucesso na filmografia almodovariana. Este adjectivo impõe‑se por si. E, quanto ao filme, nada mais revelo…

Meus caros amigos bloguistas de fala portuguesa / de habla castellana! Nada de deixar para amanhã o que devem fazer hoje: para as salas de cinema, e já!

Dear blogger friends!

This post presents my short and humble review of Pedro Almodóvar's latest film «Volver» (Coming Back) – check its beautiful site – and the marvellous performances of two great actresses: Penélope Cruz and Carmen Maura. They're both absolutely fabulous! I've just watched it this Saturday afternoon.

According to «Queer Beacon» (Aug 11, 2006) – get there through my dear friend Augusto (blogroll) – «limited engagement in the USA starts on November 3, 2006.» Don't miss it for anything in the world! You know he has directed some masterpieces we all cherish very much.

Well, as you see, I'm a 200% admirer of his for many years now. Almodóvar is superb!

16 comentários:

Joel disse...

I'll look for it!?

Even if I don't really like Msr. Penelope Cruz!?

Thanks for the heads up!?

BTW I was talking about your quote and refered to the first time I saw photographs I had made appear here and there.

It is a good feeling!?

Paulo Sempre disse...

Rir...é sempre algo maravilhos. Ri..........!!!!

RIC disse...

Now, now, Mr. Wood! Will you please behave? You don't like Céline Dion (not even the «ancient» one), you don't like Penélope Cruz (why not?!). My question now is obvious: whom do you like, sir?
Yes, Joel, it's a smooth feeling to me. It's the attention I appreciate. :-)

RIC disse...

Paulo, bem-vindo!
Não duvides nunca do que escreveste! Se passei por tempos difídeis, foi o riso, também, que me ajudou a seguir em frente.
Agradeço a visita e vou visitar-te.
Sê tão alegre quanto puderes! Sempre. :-)

Carioca disse...

Eu devo fazer uma matéria sobre o Pedro Almodovar lá no blog em breve. Provavelmente em Outubro.
Acho que é um nome que merece ser sempre homenageado pelo público GLBTS.
Ah! Não sei exatamente qual é a sigla que define o público homossexual em Portugal, mas aqui no Brasil é essa. Significa:

Gays
Lésbicas
Bissexuais
Transexuais
Simpatizantes

RIC disse...

Carioca, bem-vindo! Aqui é igual, mas deixa os «simpatizantes» de fora. E estou de acordo, porque um grupo social não é um grupo político. Os simpatizantes são as tais massas flutuantes dos patidos políticos. Convenhamos que não faz sentido. Ou melhor, para mim não faz. CLBT está perfeito! Os simpatizantes que façam companhia; já é muito bom.
Parabéns pelo nível do trabalho apresentado! As três línguas, pelos vistos, deixam muitos brasileiros (e portugueses e americanos...) espantados. Ainda bem! É esse o futuro do Mundo.
Obrigado! Felicidades!

/me disse...

Está na minha "to see list". :)

Paulo Sempre disse...

Obrigado pela visita.
Obrigado por gostar de Amália Rodrigues. Amália foi admirada, idolatrada e profundamente amada pelas muitas plateias que levou ao delirio ao cantar a sua alma, a alma lusa, a alma que é, afinal, a de toda humanidade e que cabe, inteira, no abraço do seu nome (Amália).
Abraço
Paulo

RIC disse...

Acho muito bem que esteja, /Me! Não será o melhor filme de Almodóvar, mas é sem dúvida uma peça importante para a compreensão do seu pensamento, até porque, à parte algumas «bocas», não tem quaisquer referências homossexuais.
Um filme delicioso!
Dank je wel, Meneer! Hoe gaat't met jou nu? Beter? Hopelijk wel! :-)

RIC disse...

Olá, Paulo!
É um prazer fazer e receber visitas! Pelo menos, para mim.
Aprecio a tua dedicação a Amália e concordo com as tuas palavras.
Gosto muito da voz dela nos anos 60 e 70. Depois... começou a tornar-se penoso ouvi-la. Hoje ouço-a com saudade... dela e de muito mais gente...
Um abraço!
(Trata-me por tu, está bem?) :-)

Joel disse...

You are more then bienvenue Ric!?

Did you remarqué, j'ai changé le name of YOUR section on my blog?!

Ciao!?

Bye!?

Unbobebye!?

Salut!?

J

lol

RIC disse...

Mais qu'est-ce que c'est que ça?! Tu speak Franglais now?... C'est superb!
No, I hadn't remarqué yet, mais I'm going to regarder all de suite, I promets!
(Tu aimes mon Franglais? It's nice, n'est-ce pas?) (lol!)
You are fantastic, man!
Hugs! :-)

Joel disse...

Mundane est the dernier mot that comes to mind quand I pense of toi!?

lol

BTW I just fait un autre post!?

Vas read!?

RIC disse...

Yes, Joel, I've read it and commented on already. To be honest I prefer you to that other guy in the pic. He looked somehow... mundane to me... (lol!)

Shadow disse...

Ric, assim, ainda me aguças mais o «apetite».
Infelizmente, uma viagem repentina até ao Sul, fez com que não fosse possível ir ver o filme...
Certeza porém, hoje, correrei até um cinema perto de mim! Confesso, estar ansiosa.

Boa semana :-)

RIC disse...

Então, força! Vale a pena correr para o ver! A gama de sentimentos é variadíssima, e sala de cinema dá umas boas gargalhadas simultâneas. Há muito já que eu não ouvia isso...
Boa semana para ti também!