segunda-feira, 16 de julho de 2007

The Art of Steve Walker


«As a homosexual I have been moved, educated, and inspired by works that deal with a heterosexual context. Why would I assume that a heterosexual would be incapable of appreciating work that speaks to common themes in life, as seen through my eyes as a gay man? If the heterosexual population is unable to do this, then the loss is theirs, not mine.»


The focus of his paintings often depicts sadness and loneliness to reflect the reality that much of anyone's life is sad and lonely.


«Any minority wants and needs to find artistic voices that reflect their own personal situations, and, in doing so, validate and record their lives and cultures for themselves and for the larger world.»


«My art is about love, hate, pain, joy, touch, communication, beauty, loneliness, attraction, hope, despair, life and death.»


In recent years Steve Walker's work has been exhibited in galleries in Toronto, Montreal, New York, Philadelphia and Key West.
In 2002 his work was exhibited at the First International Salon of Contemporary Artists, in Lisbon, Portugal.

Steve Walker
RIC

26 comentários:

MrTBear disse...

Uns dia sem te visitar e pumba.... uma catrefada de posts que nem tenho tempo de os ler todos.

Resumo tudo se disser que estás de parabéns pelo primeiro aniversário. É sempre um prazer passar por aqui e ler os teus éditos. Espero continuar por mais uns anitos.
Abraço

RIC disse...

Olá Teddy Bear!
Amor muito e fins-de-semana gloriosos remetem a blogosfera para as calendas gregas...
Mas a justificação é plena! Que isso não te incomode!
Muito obrigado, meu caro! Eu também aprecio as tuas palavras e não esqueço o bem que me fizeram em tempos cinzentos!
Espero e desjo que estejamos ambos por aqui por mais uns «anões»! Dizem que não se deve ser pobre a pedir... Pelo sim, pelo não...
Um abraço para ti também! :-)

The Brian disse...

Interesting stuff. I'd like to see more of his work.

Special K disse...

Gostei em especial do David e dos valores Familiares. Muito bom, já conhecia alguns trabalhos, tenho que procurar mais coisas.
Um abraço.

lampejo disse...

Na minha modéstia opinião, acho que existe direito e espaço para a diferença...
Boa semana, abraço!

Ricardo disse...

Oi, meu querido!
Eu adorei as pintura! A do Davi então foi uma das masi lindas!!!

Obrigado pro trazer essas coisas!!

Eu ainda não respondi ao e-mail mas vou!!

Beijão!

dondon009 disse...

What a beautiful tribute to a wonderful artist!

Did you have the opportunity to view his work while it was on exhibition in Lisbon?

DON~

Oz disse...

Porque há coisas que são universais e comuns a todos aqueles que se conseguem abstrair do seu género e do seu preconceito.
Grande abraço, Ric!

RIC disse...

Hello dear Brian!
I'm glad you like it, dear friend!
Take a look at:
http://quest.sasktelwebhosting.com/menu.html
Wish you the best! :-)

RIC disse...

Olá Paulo!
Desde aquele videoclipe do YouTube que tenho andado atrás da obra dele. Há coisas dispersas em blogues e uma amostragem vasta no site dele:
http://quest.sasktelwebhosting.com/menu.html
Há lá muito para ver! Boa procura!
Um abraço, meu caro! :-)

RIC disse...

Olá, meu caro Lampejo!
Faz falta por aqui a tua luz de poeta!
É esse mesmo direito que Steve Walker tão bem afirma, não é? Estou encantado!
Uma óptima semana para ti também!
Abraço! :-)

RIC disse...

Olá Ricardinho!
Já voltaste «pro teu aconchego», não é? Que bom!
Eu também gosto muito da do David desde o primeiro momento! E depois há ainda a relação com o meu avatar... Feliz coincidência!
Não tens de quê, meu caro! O prazer é mesmo todo meu! Rsrsrs!
Fico à espera, meu querido! Mas não precisas de correr, está bem? Rsrsrs!
Tudo de bom para vocês!
Abração e beijão! :-)

RIC disse...

Hello dear Don!
Thank you so very much for opening the way for me to get in touch with something so beautiful as Steve's work is!
Unfortunately I was sailing stormy seas by the time that exhibition took place in Lisbon... 2002 was not a good year for me. I just passed by most of what happened here... Otherwise I would have told you already.
Hugs from one gentleman of Portugal! :-)

RIC disse...

Olá, meu caro Oz!
«Somewhere over the rainbow» é onde tens estado? Espero que valha a pena!
Belíssimas palavras as tuas, meu caro! Obrigado! Essa abstracção há-de tornar-se tão natural como hoje é natural o que apenas há duzentos anos era inadmissível. É assim o ser humano...
Grande abraço para ti também, Oz!

pinguim disse...

Amigo Ric
já tive ocasião de te expressar a minha grande admiração por este pintor, quando comentei o teu vídeo, com as suas pinturas.
Acho os seus comentários muito apropriados, e a inclusão da foto maravilhosa do David no teu post, está inteiramente justificada.
Abraço.

RIC disse...

Olá João C.!
É provável que em tempo próximo venha a mostrar mais algumas telas dele. Tem realmente trabalhos de grande beleza que a mim me transmitem uma melancólica serenidade que muito me agrada.
Já estás a contar as horas?...
Um abraço! :-)

Leo Carioca disse...

Tem toda razão: a perda (no caso mencionado) é deles, não nossa.

Catatau disse...

Um pintor interessantíssimo e que prenuncia uma bela evolução. É um investimento seguro.
(O David - apesar de a cara - teve sempre pormenores interessantes, ejejejeje. ;) )

RIC disse...

Olá Leo!
Sem dúvida! O primeiro quadro aqui apresentado é, a meu ver, um olhar muito atento (e também crítico) sobre o que está a passar-se na maior parte das sociedades ocidentais, onde as atenções se viraram para nós - para bem e para mal...
Um abração! :-)

RIC disse...

Olá João M.!
Apenas por uma questão de manter certa a contabilidade desta página, passo a tua errata para aqui. Assim, dizes que onde se lê «apesar de a cara» deve ler-se «apesar da cara». Também concordo!
Não te imaginava com dotes de «marchand»! Maravilha! Pensando bem, concordo contigo: trata-se de uma pintura que reflecte e analisa um momento concreto de uma evolução das sociedades ocidentais e, como tal, é também um documento. Bem visto, sim senhor!...
O David apesar da cara?! Qual é a «boca»?... Rsrsrs! Pois... Ao vivo e a cores, em Florença, é algo... ultradimensionado... Que pode causar algum embaraço se te puseres onde está o pintor e acontecer estares com alguém que acha que o vestuário é fundamental... (Há gente para tudo...) Mas eu não sou menino de me envergonhar facilmente! Rsrsrs!
Agora que tudo aquilo é mesmo muito grande, ah lá isso... É mesmo! Assim, eu não lhe chamaria pormenor...
Um abraço! :-)

(Parece que «Os Dois Senhores de Portugal» ainda está à venda. Não estarias interessado?...)

Special K disse...

Vou lá visitar, obrigado.
Um Abraço

RIC disse...

Olá Paulo!
Não tens de quê! Foi o Don quem me deu o endereço. Espero que gostes como eu gosto! É de facto obra de grande qualidade e, sobretudo, de muito bom gosto!
Abraço! :-)

FletcherBeaver disse...

How beautiful is David? Incredibly so.

RIC disse...

Hello dear Christian!
Great to hear from you around here!
He is, is he not? Were you in Florence, and at the very same spot where Steve painted himself? I was. Unbearably overwhelming! «Everything» so tremendously big!...
I'm glad I could find that profile of his!
Hugs, dear friend! :-)

Gumby disse...

Thanks for posting these, I really love them. I don't know if there are representative, but I found it very interesting that all were from the perspective of being behind the subjets.

RIC disse...

Hello dear Gumby!
You're most welcome, dear friend! The pleasure was all mine indeed!
You're quite right as to that perspective of Steve's. If you go over to his site -

http://quest.sasktelwebhosting.com/menu.html

- you'll notice that it's his «usual» perspective. There are only a few exceptions.
Best wishes! :-)