quarta-feira, 4 de outubro de 2006

«A Taça de Chá»


O luar desmaiava mais ainda uma máscara caída nas esteiras bordadas. E os bambus ao vento e os crisântemos nos jardins e as garças no tanque, gemiam com ele a adivinharem-lhe o fim. Em roda tombavam-se adormecidos os ídolos coloridos e os dragões alados. E a gueixa, porcelana transparente como a casca de um ovo da Íbis, enrodilhou-se num labirinto que nem os dragões dos deuses em dias de lágrimas. E os seus olhos rasgados, pérolas de Nanguim a desmaiar-se em água, confundiam-se cintilantes no luzidio das porcelanas.

Ele, num gesto último, fechou-lhe os lábios co'as pontas dos dedos, e disse a finar-se: – Chorar não é remédio; só te peço que não me atraiçoes enquanto o meu corpo for quente. Deixou a cabeça nas esteiras e ficou. E Ela, num grito de garça, ergueu alto os braços a pedir o Céu para Ele, e a saltitar foi pelos jardins a sacudir as mãos, que todos os que passavam olharam para Ela.

Pela manhã vinham os vizinhos em bicos dos pés espreitar por entre os bambus, e todos viram acocorada a gueixa abanando o morto com um leque de marfim.


A estampa do pires é igual.

José de Almada Negreiros

Sexto texto de «Frisos», publicado em Orpheu 1, 1915

8 comentários:

Shadow disse...

Recordo melhor Almada Negreiros pelas marcas indeléveis deixadas na arte, do que na literatura.
Porém, soube-me bem ler este texto.

Bom feriado.

RIC disse...

Compreendo-te, é claro, mas há textos dele absolutamente espantosos. Afinal, trata-se de mais um membro da 1.ª geração do Modernismo...
Esta jóia preciosa li-a pela primeira vez em 75 ou 76. Fiquei maravilhado, e ainda hoje quando leio esta prosa poética consigo sentir o mesmo que senti então...
Obrigado, Carla, para ti também!

fourhorsemen disse...

i have that tea cup

RIC disse...

Hello Will! You mean you have one like that, right? I used it to illustrate maybe the most beautiful piece of poetic prose ever written in the Portuguese language. I read it for the first time about 75 or 76, and I still love it the same way.
(Could that be your own cup? How? You're puzzling me...)

Fourhorsemen disse...

Hey bud, here is your ObLaDi. It starts with "I'm so Tired", a John Lennon song that Paul parodies. Then John returns the favor by leading the band in a send up of ObLaDi ObLaDa.

Sort of double "Drive By's". Not sure if that slang phrase is known to you.

http://www.filelodge.com/files/1565/drive-by.mp3

Fourhorsemen disse...

Yes, I recognize the pattern. It is english i believe.

Fourhorsemen disse...

Mine is up in my cupboard. That is not literally mine. Just LIKE mine.

RIC disse...

First things first! While you were around here, I was sending you an email. I can only hope it won't bother you...
My question had only to do with the fact that by some strange coincidence you might just have put that picture on the internet... That's why.
And now I'm listening to some good music, because I really need to relax and calm down...
Thank you very much, Will!
(Sorry for keeping you waiting...)